Na preliminar da decisiva partida entre Vasco e Volta Redonda, válida pela derradeira rodada da Taça Guanabara dos profissionais, o sub-20 cruzmaltino fez bonito e justificou o favoritismo, adquirido no ano passado com as conquistas da Taça Guanabara, da Taça Rio e do Campeonato Carioca. Com uma grande atuação, os comandados do técnico Marcus Alexandre derrotaram o Bangu por 2 a 1.

Os gols do triunfo cruzmaltino foram marcados por Léo Reis e Dudu, ambos no segundo tempo, após o Volta Redonda inaugurar o marcador. Com o resultado, o Gigante da Colina encerrou a rodada na terceira colocação do Grupo A com seis pontos, três a menos que o líder Flamengo, que será o adversário na próxima quarta (07), às 16 horas, no Estádio da Gávea.

O JOGO

image
Bruno Ritter ganha disputa de bola de um marcador do Bangu

Atuando dentro de casa, o Gigante da Colina tomou a iniciativa e buscou de todas as formas abrir o marcador antes da parada técnica. Contando com o apoio dos laterais Rafael França e Rodrigo Coutinho, Moresche, Lucas Santos e Marrony infernizaram a retaguarda do Bangu. As principais oportunidades, porém, foram defendidas com tranquilidade pelo goleiro adversário. Recuado, o Alvirrubro tentou chegar através de contra-ataques, mas não obteve sucesso e também passou em branco na etapa inicial.

No segundo tempo, o treinador Marcus Alexandre promoveu a entrada de Dudu no lugar de Moresche. Mesmo retornando de lesão, o armador assumiu o papel de ligação entre o meio-campo e o ataque. Logo nos primeiros minutos, Lucas Santos ficou próximo de marcar. O Cruzmaltino seguiu atacando e chegou a ter um gol de Léo Reis anulado aos 12 minutos, porém quem abriu o marcador foi o Bangu, aos 15, em após uma rápida jogada de contra-ataque: BANGU 1 x 0. 

image
Léo Reis marcou o gol do empate vascaíno em São Januário.

Mesmo em desvantagem, o Vasco não se despesperou e foi coroado com o gol de empate logo em seguida. Na oportunidade, Dudu cobrou escanteio, Rafael França escorou e Marrony chutou com força para grande defesa do goleiro. No rebote, Léo Reis demonstrou oportunismo e empatou: VASCO 1 x 1. A pressão foi toda cruzmaltina no decorrer do jogo. A virada veio aos 35 minutos, quando o árbitro assinalou pênalti em Lucas Pederzoli. Na cobrança, Dudu deslocou o camisa 1 rival e saiu para o abraço: VASCO 2 x 1.
Escalação do Vasco: Alexander, Rafael França, Ulisses, Gabriel Norões e Rodrigo Coutinho; Bruno Ritter, Linnick (João Laranjeira), Lucas Santos e Moresche (Dudu); Marrony (Caio Lopes) e Léo Reis (Lucas Pederzoli). Treinador: Marcus Alexandre.

image
Lucas Santos infernizou a defesa durante o jogo- Fotos: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Fonte: Site oficial

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.