Em ofício encaminhado nesta sexta-feira (04/08) ao presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Ronaldo Botelho Piacente, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), através do diretor de competições Manoel Flores, informou que realizou uma nova vistoria no Estádio de São Januário e constatou que o Vasco da Gama solucionou o problema de segurança envolvendo a proximidade entre as arquibancadas e as cabines de imprensa. O documento comunica ainda que a obra promovida pelo clube atende a recomendação oriunda do relatório emitido em 20 de julho de 2017.

Fonte: Site Oficial

7 Comentários ( Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. )

  1. Acredito que a solução definitiva seja a remodelação da arquibancada central e uma nova arquibancada de visitantes, entre a central e a igreja, isoladas estruturalmente por uma edificação, que daria acesso para imprensa à novas cabines na parte superior da arquibancada central e até uma nova sede da Escola Vasco da Gama.

    Para entenderem, algo parecido com o Horto do América MG.

    O “pulo do gato” é dar o acesso da torcida à arquibancada central por rampas como os novos acessos do Maracanã.

    Assim, todo térreo poderá ser utilizado somente por profissionais, resolve tudo, até integrar o campo anexo, uma nova entrada para ônibus, novos vestiários em baixo desta nova arquibancada com acesso central ao campo

    Com novos bares e banheiros e entretenimento para consumo interno e não fora do Estadio.

    De imediato, com a liberação de toda arquibancada central só para Vascainos e um setor isolado só para visitantes, a capacidade aumenta em, pelo menos, mais 7 mil lugares.

    CARO? NÃO!

    pesquisem a ampliação do Sambódromo feita pela Ambev, como é nossa parceira ela pode nos ajudar com a experiência adquirida.

    Vejam,
    No sambródromo foram 4 setores novos de arquibancadas, 12 mil lugares, com camarotes, bares e banheiros. Custou 30 milhões em 10 meses

    Podemos fazer uma nova arquibancada central ou, caso estruturalmente suporte, adaptar a atual, reduzindo ainda mais o custo.

    – 10 mil construíram todo Estádio há 90 anos atrás e hoje somos milhões
    – Parcerias podem ajudar
    – Camisas, jogos, suvenirs, eventos comemorativos e específico para arrecadar fundos podem ajudar.
    Ou seja, criatividade sem fazer dívida.

    Fico a disposição para apresentar melhor essa idéia.

  2. Engraçado, proteção pra imprensa exigida em SJ.

    Justamente numa época que se fala em Arenas onde a mídia fica em local aberto junto ao público, onde somente a mais querida transmite de camarote, literalmente.

    Um dúvida: alguém já foi no lixão da ilha, lá tem cabines de rádio?

  3. Frequento São Januário desde 1950. Nunca vi e nunca soube de nenhum problema dos torcedores com a imprensa ali.

    Fizeram obras, tudo bem. Foram aprovadas pelas autoridades, muito bem. Só falta os bandidos e não as crianças do clube, os netinhos alegres, criarem confusão só para prejudicar o Vasco e seu presidente. Canalha é canalha.

  4. Uma coisinha só. Por favor, senhores jornalistas esportivos.Evitem o proceder canalha de jogar a

    torcida contra o estádio, o clube e os dirigentes.

    Depois de uma determinada hora começam a atiçar, a mostrar onde os dirigentes estão, etc.

    Provocam de maneira covarde não medindo as consequências de uma massa de torcedores

    aborrecidos e incentivados indiretamente à violência.

    Cuidado com isso. Respeitem que ali estão crianças, idosos e uma imensa maioria não violenta.

  5. Fico SEMPRE MUITO FELIZ e sempre me dá o MOTIVO de TER ORGULHO em ver a NOSSA CASA, SEMPRE, LIMPINHO, BEM CUIDADO e CONSERVADO e ver a nossa CASA, recebendo todo o cuidado e a ATENÇÃO ESPECIAL VIP , com o AMOR e o nosso CARINHO, e em breve queria ver os GENUÍNOS, OS LEGÍTIMOS e os VERDADEIROS VASCAÍNOS divulgarem via Facebook, o EXEMPLO de DISCIPLINA e com a CONSCIENCIA e CIVILIDADE, a exemplo dos TORCEDORES NIPONICOS o bom Exemplo dos DISCIPLINADOS POVO MILENAR NIPONICO, que antes de sairem de qualquer Estádios onde são realizados os jogos da J-League antes de se retirarem dos Estádios depois das partidas, eles trazem nas suas mochilas saquinhos de lixo, e recolhem o lixo ( Salgadinhos, guardanapos, vasilha das quentinhas) nos sacos plásticos, deixando o local limpinho e cuidam daquilo como seu patrimonio!

    Espero ver essa iniciativa no Facebook ou no Twiter pelos VASCAÍNOS, sejam em São Januário, ou em outras praças.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.