Home Notícias

9

O Clássico dos Milhões que definiu um dos finalistas da Taça Guanabara sub-20 contou com a ilustre presença de Milton Mendes, comandante da equipe profissional do Vasco da Gama. Na manhã deste domingo (23/04), das sociais do Estádio de São Januário, o treinador acompanhou ao lado do auxiliar Ednelson Silva e do preparador físico Flávio Trevisan o triunfo do time júnior cruzmaltino pelo placar de 3 a 0.

A exibição de gala dos Meninos da Colina diante do Rubro-Negro foi exaltada pelo técnico em bate-papo exclusivo com o Site Oficial. Milton Mendes destacou o comprometimento tático demonstrado pelos atletas ao longo dos 90 minutos. A partida contra o Flamengo, é bom lembrar, foi a segunda do sub-20 que o profissional assistou in loco. Na quinta (20), o treinador acompanhou o duelo com o São Paulo, pela Copa do Brasil.

– Gostei bastante do que vi, o time teve uma atitude boa. Os meninos mostraram personalidade. Podemos sim contar com alguns jogadores que estão trabalhando aqui na base. Tem cinco, seis jogadores interessantíssimos. Vamos fazer uma reunião para ver o que podemos fazer, analisar, atendendo os campeonatos que estão disputando, para não chocar com isso. Mas gostaria de ver de perto uma meia-dúzia de jogadores  – afirmou o comandante do profissional.

Ao término do jogo, Milton Mendes fez questão de parabenizar o treinador da categoria, Marcus Alexandre, pelo expressivo resultado obtido no Clássico dos Milhões. Os jogadores também não foram esquecidos pelo técnico. O profissional foi ao vestiário do sub-20, conversou com os atletas vencedores e garantiu que o desempenho de cada um deles está sendo observado com carinho pela comissão técnica da equipe principal.

– Vejo todos os jogos do sub-20. Quando atuam fora, recebo os links dos jogos e um relatório individual dos jogadores. Ainda não consegui me reunir com os treinadores, mas pretendo ter reuniões periódicas. Os clubes brasileiros têm que usar muito a base, porque está difícil contratar jogadores. Se for para compor, vamos compor com nossos meninos. Temos Mateus Vital, Ricardo, Andrey, Alan e outros bons jogadores. Todos possuem potencial – concluiu.

Fonte: Site Oficial

0

Pela semifinal do Campeonato Carioca, o Vasco perdeu para o Fluminense, por 3 a 0, e deixou a briga pelo tricampeonato após os títulos de 2015 e 2016. Com o resultado, a equipe vascaína terá três semanas para se preparar para a estreia do Campeonato Brasileiro, dia 14 de maio, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. 

O JOGO
 
O Fluminense começou com tudo e pressionou a equipe vascaína logo no início. Destaque do jogo, o goleiro Martín Silva trabalhou bastante. Aos 7 minutos, Pedro enfiou bola para Lucas pela direita, que entrou na área e chutou forte, obrigando o uruguaio a fazer a primeira grande defesa. Na sequência, aos 10, o camisa 1 vascaíno voltou a fazer a diferença em chute muito perigoso de Wellington Silva de longa distância.

O Gigante da Colina teve a primeira oportunidade aos 19 minutos, quando Rodrigo e Luis Fabiano brigam pela bola na área no setor ofensivo, a zaga adversária afastou nos pés de Gilberto, que finalizou com muito perigo. Aos 21 minutos, Wendel apareceu pela esquerda em grande jogada pelo adversário. O jogador rolou para Pedro, que chutou e e o lateral Henrique apareceu para salvar duas vezes.

O Vasco cresceu na partida. Após a parada técnica, aos 30, Luis Fabiano fez o trabalho de pivô para Nenê, que livre, finalizou para grande defesa de Diego Cavalieri. Pouco tempo depois, foi a vez do camisa 9 testar de cabeça e quase marcar o primeiro para o Cruzmaltino.

No segundo tempo, o Fluminense abriu o placar logo aos cinco minutos com Richarlison. A equipe das Laranjeiras ainda marcou mais duas vezes com Welington Silva, aos 10 minutos, e Léo, aos 26 minutos. No Vasco, o volante Douglas foi expulso aos 15 minutos. 

image

Guilherme em ação contra o Fluminense – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
FICHA TÉCNICA – FLUMINENSE 3X0 VASCO
Competição: Semifinal do Campeonato Carioca 2017
Local: Maracanã, RJ
Data: 22 de abril de 2017
Horário: 19h (Horário de Brasília)
Público presente: 23.564/ Pagantes: 20.092   
Renda: R$ 832.320,00
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Diego Luiz Couto Barcelos
Cartões amarelos: Lucas (Fluminense) / Jean, Nenê e Henrique (Vasco)
Cartão vermelho: Douglas (Vasco)
Gols: Richarlison (05’/2º Tempo), Wellington Silva (10’/2º Tempo) e Léo (26’/2º Tempo) – Fluminense
Fluminense: Diego Cavalieri; Lucas, Henrique Renato Chaves e Léo; Orejuela, Wendel (Lucas Fernandes) e Sornoza; Wellington Silva (Marcos Junior), Pedro (Marquinho) e Richarlison. Técnico: Abel Braga
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques e Henrique (Thalles); Jean, Douglas, Yago Pikachu (Manga), Nenê e Guilherme; Luis Fabiano (Wagner). Técnico: Milton Mendes
 
Fonte: Site Oficial

11

 

Por decisão unânime do Órgão Especial do TRT – Tribunal Regional do Trabalho – restou definida a manutenção do ato trabalhista do Club de Regatas Vasco da Gama até a decisão final no TST – Tribunal Superior do Trabalho.

Fonte: Site Oficial

5
 
As bilheterias de São Januário funcionarão normalmente nesta sexta-feira (21/04), feriado de Tiradentes, para a venda de ingressos para a partida da semifinal contra o Fluminense, que acontecerá sábado (22/04), no Maracanã. O horário de funcionamento será das 10h às 17h. 
 
Os sócios podem comprar na bilheteria ao lado da Boutique e os não sócios na bilheteria 9 (Rua Francisco Palheta). O Setor de Cobrança estará aberto para atendimento ao sócio estatutário das 10h às 14 h. A loja que atende ao Sócio Torcedor funcionará normalmente. 
 
Fonte : Site Oficial

5

A noite foi feliz para o Vasco da Gama no Estádio Nilton Santos! Com uma atuação segura, Gigante da Colina bateu o Botafogo por 2 a 0 e conquistou pela décima vez em sua história o título da Taça Rio. Após o clássico decisivo, o treinador Milton Mendes concedeu entrevista coletiva e exaltou o desempenho da equipe cruzmaltina, principalmente do setor ofensivo.

– Nossa equipe teve mais desenvoltura na frente. Não a ideal, mas estamos caminhando. Algumas vezes chegamos na linha de fundo e só tinha o Luis dentro da área. Treinamos para chegar com pelo menos quatro. No segundo conseguimos melhor. Os substitutos entraram bem, o time ganhou força e velocidade. Culminou no 2 a 0 com o time jogando bem. Ainda estamos em processo de construção. É cedo, precisamos de algumas coisas, como a compactação, o meio de campo jogar mais próximo do ataque, mas estou feliz com a conquista. O mérito é dos jogadores – disse o comandante.

Cria da base cruzmaltina, Douglas foi mais uma vez decisivo. Além de exercer de forma eficiente as funções determinadas pela comissão técnica no meio-campo, o jovem foi ao ataque e levou bastante perigo para a meta defendida por Helton Leite. A excelente atuação foi coroada aos 41 minutos do segundo tempo, quando o volante demonstrou oportunismo e abriu o caminho para a conquista do título.

– O Douglas já é uma realidade, um dos grandes volantes do Brasil. Joga como volante e se torna um meia quando a equipe precisa. Merece que olhem por ele. Tem um potencial que vejo em poucos, e só tem 18 anos. O que ele faz defensivamente e ofensivamente, a força que tem… é um antigo 8. O Tite é inteligente e vai arrumar um lugar pra ele na Seleção Brasileira – declarou o técnico vascaíno, exaltando também o desempenho de Luis Fabiano.

– Eu sempre disse que o gol dele ia sair na hora certa. Enquanto estivesse trabalhando, fazendo as coisas pedidas pelo treinador e pelo clube… ele sempre fez isso, sempre trabalhou muito. Demonstrou que é muito valioso e vai nos ajudar muito no futuro. Ele e os outros experientes, como o Rodrigo, Nenê e Rafael Marques. Isso nos dá tranquilidade e alento para seguirmos – concluiu.

 
Fonte: Site Oficial

 
O Vasco da Gama segue fazendo bonito no Campeonato Carioca sub-20. Pela 13ª rodada da Taça Guanabara, o Gigante da Colina enfrentou o Nova Iguaçu na manhã deste sábado (01/04) na Baixada Fluminense. Com gols de Paulo Vitor e Robinho, o Cruzmaltino derrotou o Laranja da Baixada por 2 a 1 e se manteve na liderança do Grupo B do primeiro turno da competição estadual.

O JOGO

A partida contra o Nova Iguaçu começou pegada no meio de campo. Procurando espaços, o Vasco tocava a bola para tentar furar a defesa adversária. Aos cinco minutos a primeira chance do Cruzmaltino. Em cobrança de falta de Andrey, o goleiro espalmou e, no segundo momento, defendeu.

Logo depois, a Laranja Mecânica desceu em velocidade e em disputa de Denilson com o atacante adversário o juiz assinalou o pênalti. Na cobrança, o goleiro João escolheu o canto e defendeu. Com 18 minutos, o Vasco teve mais uma oportunidade. Andrey arriscou o chute de fora da área, mas o arqueiro da equipe da Baixada segurou firme.

O Cruzmaltino buscava a todo momento as jogadas de ataque, mas pecava no último toque. Do outro lado, o Nova Iguaçu pouco criava e não levava perigo. Sem alterar o placar, as equipes foram para o vestiário no CT.

O segundo tempo começou mais movimentado. O Nova Iguaçu chegou a ter duas chances, mas em ambas as oportunidades defendidas por João. Aos oito minutos, após lançamento de Andrey, Paulinho escorou e Paulo Vitor chutou no canto direito do goleiro. VASCO 1 a 0.

Quatro minutos depois de abrir o placar, o Cruzmaltino chegou ao segundo gol. Robinho recebeu o lançamento, cortou o defensor e chutou certeiro. VASCO 2 a 0. Quando o cronômetro marcava 18 minutos, a equipe do Nova Iguaçu saiu em contra-ataque e em jogada pela direita diminuiu. VASCO 2 a 1 Nova Iguaçu.

Com o placar, o Vasco procurava tocar bem a bola. Nos minutos finais de partida não teve grandes chances para ambos os lados e o marcador não foi mais alterado. 

Escalação do Vasco: João Pedro, Cayo Tenório (Rafael França), Denílson, Ricardo e Alan Cardoso; Andrey, Bruno Cosendey e Mateus Vital (João Victor); Robinho, Paulo Vitor e Paulinho (Pedro Bezerra). Treinador: Marcus Alexandre.
 
Fonte: Site CRVG
 
Próxima rodada:
 
 

5

 

O Vasco da Gama segue firme e forte na luta pelo tricampeonato carioca. Na noite da última quinta-feira (30/03), o Cruzmaltino bateu o Boavista por 1 a 0 e entrou na zona de classificação para a semifinal da Taça Rio, o segundo turno do torneio estadual. Após o triunfo, obtido graças a um gol do prata da casa Douglas Luiz, o treinador Milton Mendes concedeu entrevista coletiva e analisou a atuação vascaína. 

– Nós iniciamos a nossa forma de jogar em um 4-1-4-1. O que eu imaginei caiu do céu antes do jogo, o que eu queria era toque de bola, velocidade. A chuva dificultou tudo o nosso plano de jogo. Desmontou tudo o que eu pretendia. Felizmente fizemos um gol e garantimos a vitória. Não foi um grande jogo. Procurei mexer o menos possível. Foi um jogo muito difícil, com o campo muito molhado. Dificultou nosso jogo. Perigo de gol mesmo contra nós só no último lance mesmo – declarou o comandante.

Embora tenha sido pelo placar mínimo, a vitória sobre o clube de Saquarema significou muito para o Gigante da Colina. A conquista dos três pontos, de acordo com Milton Mendes, fará com que o Vasco entre na última rodada da fase de classificação do segundo turno do Campeonato Estadual com mais confiança. O técnico comentou a mudança de postura da equipe de São Januário desde a sua chegada.

– Esse resultado valeu muito para nós. Eles nos trouxe mais confiança e tranquilidade para encararmos o último jogo. Estamos muito próximos de alcançar o primeiro objetivo que traçamos junto com jogadores, direção e membros da comissão técnica. Queremos garantir a classificação, mas temos outros objetivos maiores. Em relação ao que mudou no time, acredito que a principal mudança foi a atitude. A entrega dos nossos jogadores vem sendo extraordinária. Todos estão comprometidos e dando a vida pela causa – afirmou Milton Mendes.

Fonte: Site CRVG

0
 
Em jogo válido pela quinta rodada da Taça Rio, o Vasco venceu o Boavista, por 1 a 0, na noite desta quinta-feira (30/03), em São Januário. O gol foi marcado por Douglas ainda na etapa inicial. Com o resultado, o Gigante da Colina chega aos nove pontos e sobe para a segunda posição do Grupo C e a terceira no geral. Na próxima rodada, os comandados de Milton Mendes vão enfrentar o Nova Iguaçu, domingo (02/04), às 16 horas, em Moça Bonita.
 
O JOGO

O confronto entre Vasco e Boavista foi marcado por forte chuva em São Januário. Por conta do dilúvio, a partida começou atrasada e, quando a bola rolou, as poças atrapalharam o desenrolar da partida. 

A primeira grande oportunidade vascaína surgiu aos 18 minutos. Após lançamento de Escudero, Douglas cabeceou, Rafael defendeu e, no rebote, o próprio camisa 5 completou para o gol: VASCO 1 a 0
 
O Vasco foi perigoso novamente aos 29 minutos. Muriqui, que entrou no lugar de Thalles na parada técnica, encontrou Yago Pikachu entrando na grande área e o jogador arriscou o chute, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Sem mais chances, o time vascaíno foi para o vestiário com o placar mínimo.
 
Na etapa complementar, ambas equipes conseguiram colocar a bola no chão. Logo nos primeiros minutos, Douglas arriscou o chute de fora da área e a bola passou rente a trave de Rafael. Aos 18, Yago Pikachu recebeu dentro da grande área, limpou o lance e acabou batendo em cima do goleiro. 

 
Quando o cronômetro marcava 28 minutos, Nenê arriscou o chute de fora da área e a bola passou a esquerda do gol. Com o placar favorável, o Vasco tinha tranquilidade para sair jogando, mas não conseguiu chegar com mais perigo. Do outro lado, a equipe de Saquarema apenas se defendia e tentava arriscar no contra-ataque, mas sem perigo. Controlando a partida, o Gigante da Colina conquistou uma vitória importante por 1 a 0. 

image

Yago Pikachu teve oportunidade de marcar o segundo gol da partida – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

FICHA TÉCNICA – VASCO 1X0 BOAVISTA
Cmpetição: 5ª Rodada da Taça Rio 2017
Local: Estádio São Januário, Rio de Janeiro
Data: 30 de março de 2017
Horário: 21h30 (Horário de Brasília)
Público presente: 2.088 / Pagante: 1.852
Renda: R$ 52.175,00
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Jackson Lourenço Massara dos Santos
Cartões amarelos: Andrezinho (Vasco); Thiaguinho e Erick Flores (Boavista) 
Gol: Douglas (18’/1º Tempo) – Vasco
VASCO: Martin Silva; Gilberto, Julio dos Santos, Rafael Marques e Henrique; Douglas, Yago Pikachu, Escudero (Bruno Gallo), Nenê (Wagner) e Andrezinho; Thalles (Muriqui). Técnico: Milton Mendes
Boavista: Rafael, Lucas Rocha, Gustavo Geladeira, Anderson Luiz e Christiano; Júlio César, Thiaguinho e Fellype Gabriel (Erick Flores); Maicon (Tiago Amaral), Mosquito e Marcelo Nicácio (Pedro Botelho). Técnico: Joel Santana
 
Fonte: Site CRVG

9

 

“O ex-atacante do Sevilla, Luis Fabiano foi expulso durante uma partida do Vasco da Gama contra o Flamengo. Depois de receber um amarelo, ele se aproximou do árbitro para protestar,  o juiz simulou uma queda e terminou expulsando o atacante.”

Link da matéria: http://www.marca.com/futbol/resto-america/2017/03/27/58d8fcda46163f4d108b4596.html


Comentário do Casaca:

Fora do domínio da Flapress, o destaque é outro.

Casaca!

 

 

 

 

CASACA! NO RÁDIO

0
Ouça a íntegra do programa CASACA! no Rádio de 24/04/2017 com participação de Sérgio Frias, Iury Gaspar e Rodrigo Alonso.