Home Futebol

0

Pela semifinal do Campeonato Carioca, o Vasco perdeu para o Fluminense, por 3 a 0, e deixou a briga pelo tricampeonato após os títulos de 2015 e 2016. Com o resultado, a equipe vascaína terá três semanas para se preparar para a estreia do Campeonato Brasileiro, dia 14 de maio, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. 

O JOGO
 
O Fluminense começou com tudo e pressionou a equipe vascaína logo no início. Destaque do jogo, o goleiro Martín Silva trabalhou bastante. Aos 7 minutos, Pedro enfiou bola para Lucas pela direita, que entrou na área e chutou forte, obrigando o uruguaio a fazer a primeira grande defesa. Na sequência, aos 10, o camisa 1 vascaíno voltou a fazer a diferença em chute muito perigoso de Wellington Silva de longa distância.

O Gigante da Colina teve a primeira oportunidade aos 19 minutos, quando Rodrigo e Luis Fabiano brigam pela bola na área no setor ofensivo, a zaga adversária afastou nos pés de Gilberto, que finalizou com muito perigo. Aos 21 minutos, Wendel apareceu pela esquerda em grande jogada pelo adversário. O jogador rolou para Pedro, que chutou e e o lateral Henrique apareceu para salvar duas vezes.

O Vasco cresceu na partida. Após a parada técnica, aos 30, Luis Fabiano fez o trabalho de pivô para Nenê, que livre, finalizou para grande defesa de Diego Cavalieri. Pouco tempo depois, foi a vez do camisa 9 testar de cabeça e quase marcar o primeiro para o Cruzmaltino.

No segundo tempo, o Fluminense abriu o placar logo aos cinco minutos com Richarlison. A equipe das Laranjeiras ainda marcou mais duas vezes com Welington Silva, aos 10 minutos, e Léo, aos 26 minutos. No Vasco, o volante Douglas foi expulso aos 15 minutos. 

image

Guilherme em ação contra o Fluminense – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
FICHA TÉCNICA – FLUMINENSE 3X0 VASCO
Competição: Semifinal do Campeonato Carioca 2017
Local: Maracanã, RJ
Data: 22 de abril de 2017
Horário: 19h (Horário de Brasília)
Público presente: 23.564/ Pagantes: 20.092   
Renda: R$ 832.320,00
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Diego Luiz Couto Barcelos
Cartões amarelos: Lucas (Fluminense) / Jean, Nenê e Henrique (Vasco)
Cartão vermelho: Douglas (Vasco)
Gols: Richarlison (05’/2º Tempo), Wellington Silva (10’/2º Tempo) e Léo (26’/2º Tempo) – Fluminense
Fluminense: Diego Cavalieri; Lucas, Henrique Renato Chaves e Léo; Orejuela, Wendel (Lucas Fernandes) e Sornoza; Wellington Silva (Marcos Junior), Pedro (Marquinho) e Richarlison. Técnico: Abel Braga
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques e Henrique (Thalles); Jean, Douglas, Yago Pikachu (Manga), Nenê e Guilherme; Luis Fabiano (Wagner). Técnico: Milton Mendes
 
Fonte: Site Oficial

11
Em entrevista coletiva após a classificação para a final da Taça Rio, o técnico Milton Mendes elogiou a postura da equipe no clássico contra o Flamengo e garantiu que os atletas estão motivados em buscar o título da competição, independente do adversário que será definido neste domingo (09/04), entre Botafogo e Fluminense. 
 
– Classificação para quem chega agora é sempre importante. Estamos satisfeitos, jogadores estão felizes, nosso torcedor está feliz, nós também, como digo sempre, ruim da vitória é que não é eterna. Temos outro jogo no domingo. Esse terá que ser o mais importante das nossas vidas porque é o próximo. Estamos todos motivados porque a equipe vem crescendo, isso nos dá alento pra seguirmos em frente. Sabendo que nossa equipe está se preparando pra ir às finais e depois enfrentar um Brasileiro tão difícil e longo do ano – afirma. 

Questionado sobre o desempenho do time, Milton Mendes elogiou o espírito dos atletas e disse que o grupo o abraçou desde a sua chegada.

– Equipe jogou bem. Controlamos muito bem a partida. No meu primeiro jogo, coloquei um sonho para os jogadores. Passou a ser objetivo. Ainda estamos num processo de construção e não podemos exigir mais – garante. 

 
Fonte: Site CRVG

0

Após dois anos, Vasco e Flamengo voltaram a fazer mais um duelo do Clássico dos Milhões no Maracanã. Em partida realizada neste sábado (08/04), pela semifinal da Taça Rio, o Cruzmaltino empatou, sem gols, com o Rubro-Negro e garantiu a classificação por ter tido a melhor campanha na competição. O Gigante da Colina aguarda o vencedor de Botafogo e Fluminense, que se enfrentam neste domingo (09/04), no Nilton Santos. 

O JOGO
 

O Clássico dos Milhões começou muito truncando no meio de campo. Com poucos espaços, ambas as equipes procuravam as jogadas de lançamento, mas sem muita eficácia. A primeira chance do Vasco veio dos pés de Nenê aos cinco minutos. O meia cobrou falta da intermediária, mas a bola parou nas mãos de Alex Muralha. 

 
Aos sete, o time cruzmaltino chegou mais uma vez. Após cruzamento rasteiro de Gilberto, Yago Pikachu, livre dentro da grande área, acabou chutando para fora. Ainda antes da parada técnica, o Almirante teve a melhor jogada na etapa inicial. A equipe vascaína trocou passes no campo de ataque até que Muriqui recebeu, entrou na área pelo lado esquerdo de ataque e chutou no canto, tirando de Muralha, mas a bola foi para fora.

image

 
Nenê em ação contra o Flamengo na semifinal da Taça Rio- Fotos: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Do outro lado, o Flamengo pouco levou perigo ao gol de Martin Silva. O Rubro-Negro chegou através de cobranças de faltas perto da área, mas não teve grandes oportunidades. Com a partida pegada até os 45 minutos finais do primeiro tempo, as equipes foram para o vestiário sem alterar o placar no Maracanã. 

A etapa complementar começou mais movimentada. Precisando da vitória, o Flamengo buscava mais o jogo e começou a dar espaços para o Vasco. Aos quatro minutos, o Cruzmaltino saiu em contra-ataque puxado por Nenê. O meia deu passe em profundidade para Muriqui, que cruzou rasteiro, mas a zaga afastou. 
 
O Vasco tentou buscar as jogadas de contra-ataque, mas pecou no último passe. O Flamengo chegou algumas vezes ao gol de Martin Silva, mas o goleiro se destacou com grandes defesas. Com o empate em 0 a 0, o Cruzmaltino garantiu a classificação para a final da Taça Rio. 

FICHA TÉCNICA – VASCO 0X0 FLAMENGO
Competição: Semifinal da Taça Rio 2017
Local: Maracanã
Data: 8 de abril de 2017
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Público presente: 24.616
Pagantes: 21.895
Renda: R$ 932. 070, 00
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães 
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Michael Correia
Cartões amarelos: Rodrigo, Martin Silva e Andrezinho (Vasco)/ Gabriel e Willian Arão (Flamengo)
VASCO: Martin Silva; Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques e Henrique; Jean (Julio dos Santos), Douglas, Yago Pikachu, Nenê e Andrezinho (Kelvin); Muriqui (Wagner). Técnico: Milton Mendes.
Flamengo: Alex Muralha; Rodinei (Ronaldo), Donatti, Rever e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão, Diego, Gabriel (Leandro Damião) e Mancuello (Berrío); Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.
 
Fonte: Site CRVG

0

Douglas em ação contra o Nova Iguaçu – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Em jogo muito disputado no Estádio de Moça Bonita, na tarde deste domingo (02/04), o Vasco venceu o Nova Iguaçu por 2 a 0, pela útima rodada da Taça Rio. Os gols de Rafael Marques de Yago Pikachu garantiram a classificação da equipe vascaína às semifinais da da competição e também do Campeonato Carioca. Na próxima fase do segundo turno, o Gigante da Colina irá encarar o Flamengo, dia 9, com vantagem do empate na partida decisiva. Já na semifinal do Estadual, o Cruzmaltino irá encarar o Fluminense, dia 23.

O Vasco começou a partida com tudo pressionando bastante no ataque. A chegada inicial vascaína aconteceu aos 3 minutos, quando Gilberto tabelou com Nenê e chegou livre pela linha de fundo. O lateral-direito tocou para a área, mas o goleiro Jefferson apareceu para cortar. Na sequência, em jogada ensaida no escanteio, Yago Pikachu apareceu pela direita e chutou forte para o gol, com a bola passando por cima.

Buscando o seu primeiro gol pelo Vasco, Luis Fabiano fez boa jogada aos 9 minutos, recebendo a bola na entrada da área, limpando a jogada e chutando por cima. O gol vascaíno aconteceu aos 38 minutos, quando Nenê cobrou escanteio na área, e Rafael Marques apareceu bem para marcar, sem chances de defesa. Nova Iguaçu 0x1 Vasco.

image

Nenê é marcado de perto por adversário – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 

O Gigante da Colina manteve a postura no segundo e não deu espaços para a equipe do Nova Iguaçu. Logo no início, Nenê bateu escanteio na área, Douglas finalizou e Caio Cezar apareceu para tirar a bola quase que em cima da linha. No minuto seguinte, o camisa 10 tentou um chute de longa distância, que quase encobriu o goleiro Jefferson.  

O time de São Januário teve muitas chances de marcar, dentre elas, a linda cabeçada de Luis Fabiano aos 22 minutos, que caprichosamente não entrou no gol. Mas de tanto tentar, o Cruzmaltino foi presenteado aos 30 minutos, quando Nenê encontrou Yago Pikachu livre na área para somente empurrar a bola para o gol e marcar o gol, garantindo assim a vitória em Moça Bonita: 2 a 0.

image

Yago Pikachu marcou no segundo tempo pelo Vasco – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
FICHA TÉCNICA – NOVA IGUAÇU 0X2 VASCO
Competição: 6ª Rodada da Taça Rio 2017
Local: Estádio de Moça Bonita, RJ
Data: 02 de abril de 2017
Horário: 16h (Horário de Brasília)
Público presente: 3.414 / Pagantes: 2.798  
Renda: R$ 66.220,00
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Gabriel Conti Viana
Cartões amarelos: Iuri, Renan Silva, Patrick e Caio Cezar (Nova Iguaçu) / Rafael Marques e Jean (Vasco)
Gols: Rafael Marques (38’/1º Tempo) e Yago Pikachu (30’/2º Tempo) – Vasco
Nova Iguaçu: Jefferson; Vinicius Matheus, Raphael Azevedo, Murilo Henrique e Menezes; Iuri (Renan Silva), Caio Cezar, Paulo Henrique e Wescley (Patrick); Adriano e Marlon (Alex Souza). Técnico: Edson Souza. 
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques e Henrique; Jean (Wagner), Douglas, Yago Pikachu (Manga), Nenê e Kelvin (Julio dos Santos); Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes
 
Fonte: Site CRVG

5

 

O Vasco da Gama segue firme e forte na luta pelo tricampeonato carioca. Na noite da última quinta-feira (30/03), o Cruzmaltino bateu o Boavista por 1 a 0 e entrou na zona de classificação para a semifinal da Taça Rio, o segundo turno do torneio estadual. Após o triunfo, obtido graças a um gol do prata da casa Douglas Luiz, o treinador Milton Mendes concedeu entrevista coletiva e analisou a atuação vascaína. 

– Nós iniciamos a nossa forma de jogar em um 4-1-4-1. O que eu imaginei caiu do céu antes do jogo, o que eu queria era toque de bola, velocidade. A chuva dificultou tudo o nosso plano de jogo. Desmontou tudo o que eu pretendia. Felizmente fizemos um gol e garantimos a vitória. Não foi um grande jogo. Procurei mexer o menos possível. Foi um jogo muito difícil, com o campo muito molhado. Dificultou nosso jogo. Perigo de gol mesmo contra nós só no último lance mesmo – declarou o comandante.

Embora tenha sido pelo placar mínimo, a vitória sobre o clube de Saquarema significou muito para o Gigante da Colina. A conquista dos três pontos, de acordo com Milton Mendes, fará com que o Vasco entre na última rodada da fase de classificação do segundo turno do Campeonato Estadual com mais confiança. O técnico comentou a mudança de postura da equipe de São Januário desde a sua chegada.

– Esse resultado valeu muito para nós. Eles nos trouxe mais confiança e tranquilidade para encararmos o último jogo. Estamos muito próximos de alcançar o primeiro objetivo que traçamos junto com jogadores, direção e membros da comissão técnica. Queremos garantir a classificação, mas temos outros objetivos maiores. Em relação ao que mudou no time, acredito que a principal mudança foi a atitude. A entrega dos nossos jogadores vem sendo extraordinária. Todos estão comprometidos e dando a vida pela causa – afirmou Milton Mendes.

Fonte: Site CRVG

0
 
Em jogo válido pela quinta rodada da Taça Rio, o Vasco venceu o Boavista, por 1 a 0, na noite desta quinta-feira (30/03), em São Januário. O gol foi marcado por Douglas ainda na etapa inicial. Com o resultado, o Gigante da Colina chega aos nove pontos e sobe para a segunda posição do Grupo C e a terceira no geral. Na próxima rodada, os comandados de Milton Mendes vão enfrentar o Nova Iguaçu, domingo (02/04), às 16 horas, em Moça Bonita.
 
O JOGO

O confronto entre Vasco e Boavista foi marcado por forte chuva em São Januário. Por conta do dilúvio, a partida começou atrasada e, quando a bola rolou, as poças atrapalharam o desenrolar da partida. 

A primeira grande oportunidade vascaína surgiu aos 18 minutos. Após lançamento de Escudero, Douglas cabeceou, Rafael defendeu e, no rebote, o próprio camisa 5 completou para o gol: VASCO 1 a 0
 
O Vasco foi perigoso novamente aos 29 minutos. Muriqui, que entrou no lugar de Thalles na parada técnica, encontrou Yago Pikachu entrando na grande área e o jogador arriscou o chute, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Sem mais chances, o time vascaíno foi para o vestiário com o placar mínimo.
 
Na etapa complementar, ambas equipes conseguiram colocar a bola no chão. Logo nos primeiros minutos, Douglas arriscou o chute de fora da área e a bola passou rente a trave de Rafael. Aos 18, Yago Pikachu recebeu dentro da grande área, limpou o lance e acabou batendo em cima do goleiro. 

 
Quando o cronômetro marcava 28 minutos, Nenê arriscou o chute de fora da área e a bola passou a esquerda do gol. Com o placar favorável, o Vasco tinha tranquilidade para sair jogando, mas não conseguiu chegar com mais perigo. Do outro lado, a equipe de Saquarema apenas se defendia e tentava arriscar no contra-ataque, mas sem perigo. Controlando a partida, o Gigante da Colina conquistou uma vitória importante por 1 a 0. 

image

Yago Pikachu teve oportunidade de marcar o segundo gol da partida – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

FICHA TÉCNICA – VASCO 1X0 BOAVISTA
Cmpetição: 5ª Rodada da Taça Rio 2017
Local: Estádio São Januário, Rio de Janeiro
Data: 30 de março de 2017
Horário: 21h30 (Horário de Brasília)
Público presente: 2.088 / Pagante: 1.852
Renda: R$ 52.175,00
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Jackson Lourenço Massara dos Santos
Cartões amarelos: Andrezinho (Vasco); Thiaguinho e Erick Flores (Boavista) 
Gol: Douglas (18’/1º Tempo) – Vasco
VASCO: Martin Silva; Gilberto, Julio dos Santos, Rafael Marques e Henrique; Douglas, Yago Pikachu, Escudero (Bruno Gallo), Nenê (Wagner) e Andrezinho; Thalles (Muriqui). Técnico: Milton Mendes
Boavista: Rafael, Lucas Rocha, Gustavo Geladeira, Anderson Luiz e Christiano; Júlio César, Thiaguinho e Fellype Gabriel (Erick Flores); Maicon (Tiago Amaral), Mosquito e Marcelo Nicácio (Pedro Botelho). Técnico: Joel Santana
 
Fonte: Site CRVG

10
 
Em jogo muito disputado do início ao fim, o Vasco empatou com o Flamengo, por 2 a 2, no Estádio Mané Garrincha. No início da segunda etapa, os vascaínos, que estavam vencendo por 1 a 0, jogaram com dez jogadores após expulsão de Luis Fabiano. O rubro-negro virou o placar, mas mesmo com um a menos, o Gigante da Colina empatou no fim com gol de Nenê. Em entrevista após a partida, o técnico Milton Mendes elogiou a postura da equipe durante o jogo.
 
– Todos sabem que clássicos são decididos nos detalhes e nossa equipe foi muito valente. Nossos meninos foram machos. Encaramos o jogo. Fiz algumas mudanças, colocando o Thalles e o Manga para mostrar para eles que queríamos buscar o jogo. Fomos felizes. A base da nossa casa chama-se comprometimento em todas as nuances do jogo – analisa.
 
O treinador também destacou o modo de jogo do time durante o clássico. Milton Mendes gostou do que viu, principalmente na marcação. 
 
– Nossa estratégia era fechar os dois homens de lado, Renê e Pará, que vêm na paralela e abrem espaço para os dois jogadores (pontas) que entram. Não gostamos de marcar homem a homem, mas hoje fizemos isso. Nossos extremos tinham a incumbência de marcar os laterais, onde era o ponto forte deles. Conseguimos anular com maestria. Tivemos contra-ataques bons, mas não concretizamos em gol – afirma.
 
O Vasco volta ao trabalho na tarde desta segunda-feira (27/03), em São Januário. A próxima partida da equipe será contra o Boavista, dia 30, às  21h30, na Colina Histórica.
 
Fonte: Site CRVG

Por Matheus Alves

Pela quarta rodada da Taça Rio, Vasco e Flamengo empataram em 2 a 2, no Estádio Mané Garrincha. Yago Pikachu e Nenê marcaram para os vascaínos, e Willian Arão e Berrío descontaram para o rival. Com o resultado, a equipe vascaína está na quarta colocação, com seis pontos, no Grupo C. 

O JOGO

O Vasco começou ligadíssimo no clássico contra o Flamengo. Bastante presente no ataque, o Cruzmaltino criou  a primeira chance aos 5 minutos, quando Nenê cobrou falta na área, o rubro-negro tentou cortar e a bola sobrou nos pés de Andrezinho, que finalizou com muito perigo. 

De tanto insistir, o Gigante da Colina marcou o gol aos 15 minutos. Luis Fabiano dividiu com Réver no ataque, a bola sobrou para o camisa 10 vascaíno, que cruzou na área, e Yago Pikachu se antecipou para mandar a bola para o fundo da rede: 1 a 0. 

Na metade do primeiro tempo, houve queda de luz no Mané Garrincha, que paralisou o partida durante oito minutos. Com a energia reestabelecida, o rubro-negro voltou pressionando no ataque e chegou a assustar o Vasco em algumas oportunidades, mas pararam no setor defensivo vascaíno. 
 

image

Jean e Willian Arão em disputa pela bola durante o clássico – Foto: Divulgação
 
Na segunda etapa, o atacante Luis Fabiano foi expulso aos 8 minutos. Após cometer falta em Márcio Araújo, o árbitro deu cartão vermelho ao jogador por reclamação. Com o Vasco jogando com dez, o Flamengo cresceu e foi só pressão no ataque.
 
Aos 14 minutos, Mancuello cobrou escanteio, e Willian Arão subiu para cabecear e empatar o clássico no Estádio Mané Garrincha: 1 a 1. Na sequência, aos 19 minutos, Berrío, em chute dentro da área, virou o jogo para os rubro-negros: 2 a 1. 
Lutando até o fim, o Gigante da Colina conseguiu arrancar o empate. Aos 47 minutos, o árbitro marcou pênalti para o Vasco. Na cobrança, Nenê bateu com categoria e garantiu o empate para os vascaínos: 2 a 2. 
image
Nenê comemora gol de empate com Rafael Marques – Foto: Nelson Costa/Vasco.com.br
 
FICHA TÉCNICA – FLAMENGO 2X2 VASCO
Competição: 4ª Rodada da Taça Rio 2017
Local: Estádio Mané Garrincha, Brasília
Data: 26 de março de 2017
Horário: 18h30 (Horário de Brasília)
Público presente: 28.071 / Pagantes: 28.071  
Renda: R$ 1.279.720,00
Árbitro: Luis Antonio Silva dos Santos
Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro e Diego Luiz Couto Barcelos
Cartões amarelos: Everton e Willian Arão (Flamengo) / Jean, Jordi, Luis Fabiano, Jomar e Douglas (Vasco)
Cartão vermelho: Luis Fabiano (Vasco)
Gols: Willian Arão (14’/2º Tempo) e Berrío (19’/2º Tempo) – Flamengo / Yago Pikachu (16’/1º Tempo) e Nenê (49’/2º Tempo) – Vasco
Flamengo: Muralha, Pará, Réver (Léo Duarte), Rafael  Vaz e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Mancuello (Lucas Paquetá); Berrío (Marcelo Cirino), Everton e Leandro Damião. Técnico: Zé Ricardo
VASCO: Jordi; Gilberto, Jomar, Rafael Marques e Henrique; Jean (Thalles), Douglas, Yago Pikachu (Manga Escobar), Nenê e Andrezinho (Escudero); Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes
 
Fonte: Site CRVG

CASACA! NO RÁDIO

0
Ouça a íntegra do programa CASACA! no Rádio de 24/04/2017 com participação de Sérgio Frias, Iury Gaspar e Rodrigo Alonso.