Home Futebol

0

Pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco venceu o Atlético-GO, por 1 a 0, em São Januário. O golaço de Nenê garantiu a quinta vitória na competição para a equipe vascaína, que chega aos 15 pontos. Com o resultado, os vascaínos estão momentaneamente na quarta posição da tabela. O próximo desafio do Gigante da Colina será contra o Coritiba, dia 2, no Couto Pereira.

O JOGO

Com uma proposta bastante defensiva, o Atlético-GO pouco fez ofensivamente na primeira etapa. A equipe vascaína demorou para furar o bloqueio do adversário, mas teve mais posse de bola e chances interessantes de finalização.
 
O gol do Gigante da Colina saiu aos 27 minutos. Luis Fabiano sofreu falta na área, e Nenê cobrou com maestria no canto esquerdo de Felipe, sem chances para o goleiro. 
image
Com boa movimentação, Luis Fabiano deu trabalho para o setor defensivo adversário – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 

Aos 33 minutos, o camisa 10 cruzou na área, e Fabuloso, por pouco, não chegou para marcar. Aos 40 minutos, o goleiro do Atlético-GO protagonizou um lance que quase foi decisivo. O camisa 1 perdeu a bola na defesa, e Yago Pikachu tocou para Luis Fabiano, que por pouco não ampliou.

No segundo tempo, o jogo começou amarrado e ambas equipes não criaram tantas chances de perigo. Aos 22 minutos, o meia Nenê foi derrubado na área e a arbitragem não marcou pênalti em mais um lance polêmico. O Vasco manteve a boa postura do setor defensiva e não correu riscos diante do Atlético-GO, mantendo assim mais uma vitória no Campeonato Brasileiro. Com o cartão amarelo, o atacante Luis Fabiano desfalcará a equipe no confronto contra o Coritiba, na 11ª rodada.

image

Douglas em mais uma partida pelo Gigante da Colina – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
FICHA TÉCNICA – VASCO 1X0 ATLÉTICO-GO
Competição: 10ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Local: São Januário, RJ
Data: 25 de junho de 2017
Horário: 11 horas (Horário de Brasília)
Público presente: 20.658 / Pagante: 19.308 
Renda: R$ 646.845,00
Árbitro: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Edson Glicerio dos Santos (ES)
Cartões amarelos: Douglas e Luis Fabiano (Vasco)
Gol: Nenê (26’/1º Tempo) – Vasco
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean, Douglas, Yago Pikachu (Wagner), Mateus Vital e Nenê (Escudero); Luis Fabiano (Thalles). Técnico: Milton Mendes. 
Atlético-GO: Felipe Garcia; André Castro (Eduardo), Eduardo Gabriel, Roger Carvalho e Breno Lopes; Marcão Silva, Silva (Walterson), Andrigo (Diego Rosa) e Jorginho; Luiz Fernando e Everaldo. Técnico: Doriva.
 
Fonte: Site CRVG

0

 

Por: Matheus Alves

São Januário, Rio

Pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco venceu a equipe do Avaí, pelo placar de 1 a 0, na noite deste sábado (17/06), em São Januário. O gol de Yago Pikachu colocou o Gigante da Colina na sexta posição da tabela antes dos jogos complementares deste domingo (18). Na próxima rodada, o Cruzmaltino enfrentará o Botafogo, na quarta-feira (21), às 21 horas, no Estádio Nilton Santos.

image

Luis Fabiano finaliza no fim do primeiro tempo – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 

O JOGO

O Vasco começou a partida tentando pressionar o Avaí no ataque, mas aos 12 minutos o jogo foi interrompido por conta de uma falta de energia no Estádio, que durou cerca de 27 minutos. 

 
Após os refletores voltarem a funcionar, o Gigante da Colina abriu o placar aos 19 minutos. O meia Nenê fez grande jogada pela esquerda, passou facil por Leandro Silva, invadiu a área e tocou para Yago Pikachu só escorar para o fundo do gol. Vasco 1×0 Avaí. 

image

Yago Pikachu comemora gol com Nenê – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
O gol deu ainda mais gás ao time vascaíno no ataque. Aos 22 minutos, Douglas arriscou de fora da área, e goleiro Mauricio Konzlinski foi obrigado a fazer grande defesa para salvar os catarinenses. Após a grande pressão do Vasco, a equipe visitante cresceu no jogo e tentou marcar em algumas oportunidades, mas parou no goleiro Martín Silva, que fez grandes defesas em chutes de Romulo e Juan. 

No segundo tempo, o Vasco valorizou muito a posse de bola e tentou diminuir os espaços dos catarinenses. Com poucas chances de ambos times, os goleiros apareceram bem quando foram acionados.  Aos 45 minutos, Luis Fabiano roubou a bola no ataque e deixou Andrezinho livre para marcar, mas o camisa 1 adversário fez grande defesa na finalização do meia. Na sequência foi a vez de Martín Silva operar um verdadeiro milagre com os pés em chute cruzado de Leandro Silva.

Mesmo com a pressão do time de Santa Catarina, os vascaínos administraram o placar e conquistaram uma vitória importante em casa. 

image

Gilberto em ação durante o jogo contra o Avaí – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
FICHA TÉCNICA – VASCO 1X0 AVAÍ
Competição: 8ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Local: São Januário, RJ
Data: 17 de junho de 2017
Horário: 19 horas (Horário de Brasília)
Público presente: 10.993 / Pagante: 9.966
Renda: R$ 299.330,00
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Cartões amarelos: Paulão, Evander e Mateus Vital (Vasco) / Juan (Avaí)
Gol: Yago Pikachu (19’/1º Tempo)
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean (Wellington), Douglas, Yago Pikachu (Manga), Mateus Vital (Andrezinho) e Nenê; Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes. 
Avaí: Mauricio Kozlinski; Leandro Silva, Airton, Gustavo e Capa; Wellington Simião (Pedro Castro), Judson Marquinhos (Lourenço) e Juan; Diego Tavares (Willians Santana) e Romulo. Técnico: Claudinei Oliveira
 
Fonte: Site oficial

0

Por: Matheus Alves e Carlos Gregório Jr

Rio e Chapecó (SC)

Pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco perdeu para a Chapecoense, pelo placar de 2 a 1, na noite desta quarta-feira (14/06), na Arena Condá. Com o resultado, a equipe vascaína está na 12ª colocação da competição nacional. Os gols foram marcados por Giorotto e Arthur para o time de Chapecó, e Jean descontou para os cariocas. No próximo sábado (17), o Gigante da Colina enfrentará o Avaí, às 19 horas, em São Januário.
 
O JOGO

Com o Vasco dando poucos espaços para a Chapecoense, a equipe da casa criou pouco no primeiro tempo, se aproveitando das bolas paradas. Aos quatro minutos, o Cruzmaltino foi quem assustou pela primeira vez com Nenê, atuando mais ofensivamente na partida desta quarta-feira. O então camisa 9 cobrou falta diretamente para o gol e assustou a Chapecoense. 
 
O time de Chapecó abriu o pacar aos 28 minutos. Em cobrança de escanteio, Andrei Girotto subiu mais que todo mundo e cabeceou para o fundo da rede. No meio da primeira etapa, o técnico Milton Mendes promoveu a primeira mudança na equipe: Andrezinho no lugar de Alan. 

Os vascaínos não demoraram para conseguir outra oportunidade. Aos 39 minutos, Nenê encontrou Douglas em ótima posição e o volante finalizou cruzado para a defesa de Jandrei, jogando a bola para escanteio. Na sequência do lance, Nenê fez a diferença novamente e colocou a bola na cabeça de Jean, que completou para o fundo da rede: Chapecoense 1×1 Vasco. 

image

Jean comemora primeiro gol pelo Vasco ao lado de Nenê, autor da assistência – Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
 

Na segunda etapa, a Chapecoense voltou forte no ataque e obrigou o goleiro Martín Silva a fazer defesas muito importantes. Aos cinco minutos, Reinaldo cobrou lateral na área e a bola sobrou para Victor Ramos, que chutou rasteiro para a defesa do uruguaio. Pouco tempo depois foi a vez de Luiz Antônio aparecer para finalizar e o goleiro vascaíno operar um verdadeiro milagre. O adversário marcou o gol da vitória aos 16 minutos em grande chute de Arthur de fora da área. 

Após a pressão da Chapecoense, o Gigante da Colina começou a dominar as ações da partida. A melhor chance do Cruzmaltino foi na cabeçada de Breno, que passou à esquerda do gol de Jandrei, aos 41 minutos. Com a derrota por 2 a 1, o Vasco ocupa a 12ª colocação na tabela do Brasileirão.

image

Wellington domina bola e é marcado de perto por adversário – Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
 
FICHA TÉCNICA – CHAPECOENSE 2X1 VASCO
Competição: 7ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Local: Arena Condá, Chapecó – SC
Data: 14 de junho de 2017
Horário: 21h45 (Horário de Brasília)
Público: 10.003  
Renda: 221.610,00
Árbitro: Jailson Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Cartões amarelos: Rossi, Luiz Antônio e Luiz Otávio (Chapecoense) / Alan e Henrique (Vasco)
Gols: Andrei Girotto (28’/1º Tempo) e Arthur (16’/2º Tempo) – Chapecoense / Jean (41’/1º Tempo) – Vasco
Chapecoense: Jandrei; Apodi, Luiz Otávio, Victor Ramos e Reinaldo (Diego Renan); Andrei Girotto, Luiz Antonio e Seijas (Neném); Rossi (Osman), Wellington Paulista e Arthur. Técnico: Vagner Mancini
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean, Wellington (Manga Escobar), Douglas, Mateus Vital (Caio Monteiro) e Alan (Andrezinho); Nenê. Técnico: Milton Mendes. 
 
Fonte: Site Oficial

0

 

Pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco venceu o Sport, por 2 a 1, na noite deste sábado (10/06), em São Januário. Luis Fabiano e Douglas marcaram para os vascaínos, e André descontou para o adversário. Com o triunfo, o Gigante da Colina chega a sua terceira vitória na competição e sobe para a oitava posição na tabela, com nove pontos. Na próxima rodada, o Cruzmaltino enfrentará a Chapecoense, na quarta-feira (14/06), às 21h45, na Arena Condá.

O JOGO

O primeiro tempo de jogo foi muito truncado e de poucas oportunidades das duas equipes. Apostando em jogadas de contra-ataque, o Sport chegou apenas uma vez no gol de Martín Silva. Aos 17 minutos, Osvaldo recebeu em velocidade na direita, driblou Henrique e cruzou para Rithely bater para fora. 
 
No lado vascaíno, a melhor oportunidade aconteceu aos 42 minutos. Em cobrança de falta de Mateus, o volante Jean escorou para Luis Fabiano, que finalizou bem, mas Magrão pulou no canto direito para salvar o time pernambucano. Com uma chance para cada lado, o jogo terminou empatado em 0 a 0 na primeira etapa.
 
O Gigante da Colina voltou com Nenê no lugar de Wellington para o segundo tempo. A equipe ficou mais ofensiva e com isso conseguiu chegar mais ao gol de Magrão. Aos 5 minutos, Mateus chegou bem pela intermediária, chutou forte e obrigou o goleiro adversário a fazer mais uma grande defesa. 

image

Douglas em ação contra o Sport – Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
 
O gol dos vascaínos não demorou a acontecer. Aos 17 minutos, em cruzamento de Mateus, Luis Fabiano subiu livre para cabecear com estilo e marcar o seu quinto gol no Campeonato Brasileiro: Vasco 1 a 0. Com os dominíos da partida, o time da casa se defendeu muito bem das investidas do Sport e conseguiu aumentar no fim do jogo.
 
Em contra-ataque muito efetivo, Gilberto apareceu bem pela direita e cruzou na área para Douglas, que livre, só completou para o fundo da rede para aumentar o placar: 2 a 0. Já nos acréscimos, André, de pênalti, diminuiu para os pernambucanos, mas nada que  impedisse a terceira vitória do Vasco no Brasileirão: 2 a 1. 

image

Jogadores comemoram vitória contra o Sport – Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
 
FICHA TÉCNICA – VASCO 2X1 SPORT
Competição: 6ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Local: São Januário, RJ 
Data: 10 de junho de 2017
Horário: 19 horas (Horário de Brasília)
Público presente: 10.275 / Pagantes: 9.485
Renda: R$ 291.650,00
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Flavio Gomes Barroca (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)
Cartão amarelo: Osvaldo (Sport)  
Gols: Luis Fabiano (17’/2º Tempo) e Douglas (45’/2º Tempo) – Vasco / André (48’/2º Tempo) – Sport
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean, Wellington (Nenê), Douglas e Mateus Vital (Jomar); Manga Escobar (Evander) e Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes. 
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Patrick; Anselmo (Leandro Pereira), Thallyson (Sander) e Rithely; Thomás (Rogério), Osvaldo e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
 
Fonte: Site oficial

0

Paulão disputa bola com Marquinhos Gabriel – Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco perdeu para o Corinthians, pelo placar de 5 a 2, em São Januário. Com o resultado, o Gigante da Colina ocupa a 13ª colocação na competição nacional com seis pontos. No próximo sábado (10/06), os vascaínos enfrentarão o Sport, às 19 horas, também na Colina Histórica.

O JOGO

Logo no primeiro minuto, o Vasco perdeu o atacante Kelvin após sofrer lesão, sendo substituído por Manga Escobar após o gol do Corinthians. Na primeira jogada ofensiva do adversário, a equipe abriu o placar. Clayson tocou bola para Guilherme Arana pela esquerda, que cruzou na medida para Marquinhos Gabriel chutar firme no gol de Martín Silva.

Aos 12 minutos, Manga Escobar fez boa jogada pela esquerda e foi derrubado na área por Paulo Roberto, mas a arbitragem mandou seguir. O colombiano, que estava muito bem na partida, quase empatou o jogo aos 19 minutos em chute forte para a defesa de Cássio. 

O Gigante da Colina dominou o primeiro tempo, mas foi o Corinthians que aproveitou a chance aos 38 minutos. Marquinhos Gabriel enfiou bola para Jô, que finalizou para fazer o segundo gol.

image

Nenê entrou no intervalo da partida – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 

Na segunda etapa, o Vasco voltou de forma arrasadora. Impulsionado por sua torcida, Luis Fabiano marcou dois gols em sequência e empatou a partida. O primeiro surgiu em cobrança de falta de Nenê, que entrou no intervalo. O meia levantou na área  e o atacante não desperdiçou de cabeça! Na sequência, após a saída de bola, foi a vez de Henrique cruzar para Fabuloso escorar e deixar tudo igual. O time vascaíno foi para cima e quase virou aos 10 minutos, em chute cruzado de Mateus Vital, que Cássio teve que espalmar. 

Após a pressão inicial, o Corinthians se aproveitou dos contra-ataques e definiu a partida. Aos 12 minutos, Clayson entrega bola para Maycon, que invadiu a área e bateu na saída de Martín Silva. Perto do fim, Clayton, em duas oportunidades, não desperdiçou e fechou o placar para o adversário: 5 a 2. 

image

Luis Fabiano marcou dois gols em dois minutos na segunda etapa – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
FICHA TÉCNICA – VASCO 2X5 CORINTHIANS
Competição: 5ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Local: São Januário, RJ 
Data: 7 de junho de 2017
Horário: 21h45 (Horário de Brasília)
Público presente: 16.288 / Pagantes: 15.217 
Renda: R$ 561.905,00
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Fabio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT)
Cartões amarelos: Clayson Pablo, Gabriel  
Gols: Luis Fabiano (01’/2º Tempo e 03’/2º Tempo) – Vasco / Marquinhos Gabriel (02’/1º Tempo), Jô (38’/1º Tempo), Maycon (12’/2º Tempo), Clayton (38’/2º Tempo e 46’/2º Tempo) – Corinthians
VASCO: Martín Silva; Gilberto (Nenê), Breno, Paulão e Henrique; Jean (Muriqui), Douglas, Mateus Vital, Yago Pikachu e Kelvin (Manga Escobar); Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes. 
Corinthians: Cássio; Paulo Roberto, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Jadson (Giovanni Augusto), Marquinhos Gabriel (Clayton) e Clayson (Pedrinho); Jô. Técnico: Fábio Carille.
 
Fonte: Site Oficial

17
 
Após a derrota para o Grêmio em Porto Alegre, o técnico Milton Mendes falou em entrevista coletiva sobre o desempenho da equipe no jogo da tarde deste domingo (04/06). Para o treinador, o Vasco seguiu a estratégia prevista, mas não conseguiu marcar gols.
 
– Queríamos sair no contra-ataque, mas a bola não entrou. Entramos com as linhas baixas. Fizemos o que previa na estratégia. Levamos um gol de pênalti. Tentamos tudo durante o jogo. Coloquei Thales, Guilherme, o Nenê… Infelizmente não conseguimos. Parabéns ao Grêmio pela vitória – afirmou.
 
Questionado sobre a segunda derrota fora de casa, Milton fez elogios ao time e diz que jogadores mostraram seu potencial na partida contra o Grêmio.
 
– Não atrapalha (a derrota). Vocês viram uma equipe com saúde, muita determinada. Os meninos obedeceram. Levamos um gol e precisávamos mudar. Não aceitamos a derrota. Tentamos buscar o jogo. Trabalhamos em uma grande equipe. Precisamos de uma forma franca e forte tínhamos a nossa estratégia. Fizemos um bom jogo contra uma equipe excelente. Eles baixaram a linha no segundo tempo. Meus jogadores estão de parabéns. O nosso fator casa é muito importante e o nosso torcedor fará o seu papel no próximo jogo – analisa.
 
Nesta semana, o Vasco terá uma sequência de dois jogos em casa pelo Campeonato Brasileiro. Na próxima quarta-feira, dia 7, o adversário será o Corinthians, às 21h45. Já no sábado (10/06), o adversário será o Sport, também em São Januário. 
 
Fonte: Site oficial

0

 

Pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco perdeu para o Grêmio, pelo placar de 2 a 0, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Com o resultado, a equipe vascaína perde uma posição e agora ocupa a 10ª colocação da competição nacional. Em partida muito equilibrada entre os times, Lucas Barrios e Luan marcaram para os donos da casa. Na próxima quarta-feira (07/06), às 21h45, o Vasco encara o Corinthians, em São Januário.

O JOGO
 
Os donos da casa começaram o jogo com muita posse de bola, mas teve muitas dificuldades na criação de jogadas, por conta da forte marcação proposta pelo Vasco. O Gigante da Colina teve boas chances para abrir o placar com cabeçada de Paulão e chute de Manga Ecobar aos 15 minutos.

O Grêmio, que pouco criou, achou o gol em lance bastante polêmico. Em escanteio cobrado na área do Vasco aos 36 minutos, a arbitragem marcou pênalti de Wellington em Pedro Geromel. Na cobrança, Lucas Barrios não desperdiçou e abriu o placar em Porto Alegre: 1 a 0.

image

Douglas é marcado de perto por dois adversários – Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
 

Os vascaínos voltaram com mudança na segunda etapa. O técnico Milton Mendes colocou Thalles no lugar de Manga Escobar para dar mais força no ataque vascaíno. O Cruzmaltino iniciou bem melhor e chegou perto de empatar a partida duas vezes com Mateus Vital, que foi substituído por Guilherme na sequência. 

O meia Nenê também entrou na metade do segundo tempo. O Vasco explorou bastante jogadas de bola parada, mas não conseguiu chegar ao empate. Por outro lado, no último lance da partida, Luan fechou o placar para o time da casa: 2 a 0. 

image

Nenê tenta finalização, mas zaga do Grêmio corta no momento exato – Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

FICHA TÉCNICA – GRÊMIO 2X0 VASCO
Competição: 4ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Local: Arena do Grêmio 
Data: 4 de junho de 2017
Horário: 16h (Horário de Brasília)
Público presente: 24.644 / Pagantes: 22.579 
 
Renda: R$ 782.574,00.
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex dos Santos (SC)
Cartões amarelos: Bruno Cortez e Lucas Barrios (Grêmio) / Gilberto, Wellington e Nenê (Vasco)
Gols: Lucas Barrios (37 minutos do primeiro tempo) e Luan (47 minutos do segundo tempo)
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean (Nenê), Wellington, Douglas (Guilherme), Mateus Vital e Kelvin; Manga Escobar (Thalles). Técnico: Milton Mendes. 
Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Ramiro (Edilson) e Arthur (Gastón Fernández); Pedro Rocha, Luan e Lucas Barrios (Maicon). Técnico: Renato Gaúcho.
 
Fonte: Site oficial

10
 
Após a segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro, desta vez contra o Fluminense, o técnico Milton Mendes concedeu entrevista coletiva em São Januário e exaltou o triunfo importantíssimo para o Vasco. Para o treinador, a torcida foi um fator determinante para o resultado ser alcançado.
 
– Se o torcedor apoiar do jeito que está será muito bom. Viram como os jogadores foram buscar forças, porque eles apoiaram sempre. Quando levamos o 2 a 1 eles ficaram apreensivos, mas a torcida veio junto. O Manga inflamou novamente. É um casamento perfeito, queremos que o torcedor venha a campo, pois sempre vamos dar tudo – analisa.
 
O comandante vascaíno destacou importância da regularidade do atacante Luis Fabiano, que marcou mais um gol decisivo para o Gigante da Colina. 

– O Luis é extremamente importante para nós, está mostrando cada vez mais a sua liderança perante aos jogadores. Todos têm tido uma entrega absoluta. Não conseguiriam jogar assim se não treinassem bem durante a semana – explica.

Além disso, Milton Mendes elogiou as atuações de Nenê e Manga Escobar, que entraram no segundo tempo e fizeram a diferença a favor dos vascaínos.

– Estavam no banco, entraram, foram bem, assim como Muriqui. Se tivéssemos mais mudanças também teriam entrado bem. O Nenê é um jogador como os outros. Eu não individualizo. O treinador não olha para o rosto, mas para o corpo e rendimento. Não é porque tem mais nome que vai jogar. Rendimento importa muito para mim, minhas decisões são em cima disso. O Nenê, como os outros que estão fora, está à espera de oportunidade. Entrou, deu a vitória e foi bem, mas é um processo e estão do lado de fora esperando – explica.

image
Técnico vascaíno orienta jogadores durante a partida – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
Fonte: Site Oficial

0

 

Em um jogo histórico em São Januário, o Vasco venceu, de forma emocionante, o Fluminense por 3 a 2. Com uma virada espetacular e apoiado por sua imensa torcida, o Gigante da Colina chega a sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro. Os gols vascaínos foram marcados por Luis Fabiano, Manga Escobar e Nenê. Henrique Dourado, duas vezes de pênalti, marcou para o adversário. O próximo jogo dos vascaínos será contra o Grêmio, dia 4, às 16 horas, na Arena do Grêmio.

O JOGO

O primeiro tempo foi muito melhor para o Vasco, que dominou as ações e criou grandes oportunidades de gols. A equipe do Fluminense apostou nos contra-ataques e pouco assustou o Gigante da Colina.

O primeiro gol vascaíno aconteceu aos 25  minutos. Na primeira tentativa em jogada pela direita, Gilberto colocou a bola na área, Luis Fabiano raspou e a bola sobrou para Yago Pikachu, que dominou e cruzou novamente na área para Fabuloso marcar de cabeça. Vasco 1×0 Fluminense. 

image

Manga Escobar entrou no segundo tempo para decidir o jogo – Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
 

No segundo tempo, as duas equipes voltaram sem mudanças. Precisando do resultado, o adversário foi para cima do Vasco. Aos 12 minutos, a arbitragem marcou pênalti para o Fluminense, e Henrique Dourado não desperdiçou. Pouco tempo depois, nova penalidade marcada para o tricolor e o atacante rival fez o segundo gol, virando o placar.

O técnico Milton Mendes fez mexidas importantes, colocando Nenê e Manga Escobar na partida. Aos 29 minutos, o colombiano realizou grande jogada pela esquerda, limpou a marcação com muito estilo e bateu no cantinho, deixando tudo igual. 

O Fluminense começou a valorizar a bola com muitos toques. Impulsionado por seus torcedores, o Vasco tentou em algumas oportunidades, mas não conseguiu furar o bloqueio de Diego Cavalieri. Até que, aos 48 minutos, em mais uma grande jogada de Manga Escobar, Nenê recebeu livre pela esquerda e chutou cruzado para marcar o gol da virada do Gigante da Colina em São Januário: 3 a 2!

image

Nenê comemora com Douglas o gol da vitória – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 

FICHA TÉCNICA – VASCO 3X2 FLUMINENSE

Competição: 3ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2017
Local: São Januário, Rio
Data: 27 de maio de 2017
Horário: 16h (Horário de Brasília)
Público presente: 20.442 / Pagantes: 19.082 
Renda: R$700.560,00
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Cartões amarelos: Jean e Luis Fabiano (Vasco) / Douglas e Marquinho (Fluminense)
Gols: Luis Fabiano (25’/1º Tempo), Manga (25’/2º Tempo) e Nenê (48’/2º Tempo) – Vasco / Henrique Dourado (13’/2º Tempo e 19’/2º Tempo) – Fluminense
VASCO: Martín Silva; Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean, Douglas, Yago Pikachu (Nenê), Mateus Vital (Muriqui) e Kelvin (Manga); Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes. 
Fluminense: Diego Cavalieri; Lucas (Marcos), Nogueira, Henrique e Léo; Orejuela, Douglas (Marcos Junior), Wendel e Gustavo Scarpa (Marquinho); Richarlison e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga. 

image

Torcida vascaína fez a festa em São Januário – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
 
Fonte: Site Oficial

2
 
O Vasco da Gama acertou oficialmente nesta sexta-feira (26/05) a contratação de mais um reforço para o Campeonato Brasileiro de 2017. Trata-se do volante Wellington, de 26 anos, que acumula passagens por São Paulo, Internacional e categorias de base da Seleção Brasileira. O jogador chega para ser mais uma opção para o técnico Milton Mendes no meio de campo. 

Revelado pelo tricolor paulista, o atleta conquistou o Campeonato Brasileiro (2008) e a Copa Sul-Americana (2012).

 
FICHA TÉCNICA DE WELLINGTON
 
Nome: Wellington Aparecido Martins
Data de Nascimento: 28/01/1991 (26 anos) 
Local de Nascimento: São Paulo, SP
Altura: 1,73m 
Posição: Volante
 
Fonte: Site Oficial

CASACA! NO RÁDIO

0
Ouça a íntegra do programa CASACA! no Rádio de 26/06/2017 com participação de Sérgio Frias, Rodrigo Alonso, Iury Gaspar e Luiz Cosenza.