Início Nota A Rede e Os Bobos

A Rede e Os Bobos

14

 

O Vasco pretende lançar, em breve, projeto que possibilitará a descoberta de talentos para o futebol. A intenção é criar uma rede de observadores que possam indicar para o clube jovens promissores. A ideia, a princípio, é dispor de ex-atletas que jogaram pelo Vasco para a função. Pelo menos um em cada estado brasileiro. Já há cerca de 30 ex-jogadores vascaínos dispostos a atuar neste programa.

A exceção ficaria por parte do ex-atacante da seleção paraguaia Cabañas, que seria mais um observador, mesmo sem ter sido jogador do Vasco e, ao contrário dos demais, atuando em território vizinho, também celeiro de bons jogadores.

Por motivos óbvios, a torcida do Vasco passou a nutrir simpatia por Cabañas e, anos depois, se sensibilizou com os acontecimentos que reduziram seu tempo de carreira. Aquela que era até ali uma trajetória de sucesso, foi interrompida repentinamente, trazendo dificuldades posteriores evidentes. Há, portanto, um caráter social por trás desta iniciativa, também.

Ocorre que aqueles de visão turva, torta e burra, que insistem na crítica com fins meramente políticos, decidiram se pronunciar. E, como sempre, foi um desastre. Referimo-nos ao ex- executivo da Odebrecht e da Andrade Gutierrez (currículo informado pelo próprio), mas que assina ações contra o Vasco dizendo-se jornalista, Julio Brant. Em tom de galhofa, ele diz que dispõe de telefones de vários que poderiam efetivamente ajudar. Com sua perspicácia de sinal negativo, informa que os contatos que possui são melhores tecnicamente, como se isso fosse relevante na observação de potenciais jogadores. Ou seja, um bocó dando voz a ressentidos.  

Nós já sabemos quem são eles, caro jornalista. No geral, bem resolvidos financeiramente, empregados por enormes redes de comunicação ou, mesmo que não, ou ainda não, com colchão forrado até o final de suas vidas. Não sei se a sua inteligência permite, mas desconfia-se que o Vasco está a procura de outros perfis, se é que conseguimos nos fazer entender.

Há, portanto, mais uma importante ideia no horizonte. Torçamos para que esta rede de observadores seja composta por diversos ex-atletas com os quais nos identificamos no passado e que, possivelmente, foram esquecidos ao longo do tempo. Torçamos, também, para que Cabañas, protagonista de um feito que muito alegrou os vascaínos, esteja inserido nela. E aos burros, cegos e ingratos, que façam bom proveito de suas agendas telefônicas nas discussões medíocres de todos os dias.

 

CASACA!

14 comentários

  1. É ótima a idéia. Sempre achei que poderíamos ter aproveitado o Delem que revelou Orteguita e tantos outros craques no River.
    Muito bem vinda a iniciativa.

  2. Vocês viram o Eurico Miranda hoje ao participar de uma reunião de gente que não o queria lá, de sujeitos metidos a espertinhos? Por isso eu sou seu fã. Falou de “mutreta e sacanagem” e os caras ficaram calados. Pintar o Maracanã de vermelho e preto e tricolor? O estádio é do povo e o Vasco é povo e bota povo nisso. E por aí a fora.

    Devemos tomar cuidado total com o Flamengo. Ficou “milionário” e se no início da década de 80 até mundial “mutretado” conseguiram (nas palavras do próprio presidente deles na época) o que farão agora estando cheio da grana…

    Os jornalistas esportivos já estão afinadinhos…

    Já temos que aturar os pentelhos dos pentelhos lá no Vasco, os amarelinhos FDPs e temos que conviver com “sacanagens” e mutretas dos que “ficaram ricos” ?

    Cabañas é o único amarelinho a quem eu tiro o chapéu… Acabou com o sonho de muita gente.

  3. A ROSSI 20 em 1982 matou 11 Canarinhos lá no Sarriá e em 2008 o paraguaio Cabanãs acabou com voce ROUBADO é MAIS GOSTOSO.

    Ví a matéria sobre o uso do MARACANÃ.

    ALIÁS; O MARACA é do POVO do Estado do Rio de Janeiro e do POVO CARIOCA e PRINCIPALMENTE o TRABALHADOR que é o VERDADEIRO POVO que rala todos os dias, faça sol, faça chuva, de baixa renda que não tem dinheiro pra comprar um INGRESSO CARÍSSIMO do NOVO MARACANÃ onde o governo corruPTo esbanjou nessa reforma SUPERFATURADO pra 1 BILHÃO e DUZENTOS MILHÕES de REAIS, que fora projetado para haver todos os dias os JOGOS da FINAL de uma COPA do MUNDO de SELEÇÕES, e que o FluminenC, na MÃO GRANDE vem com a historinha de BOITATÁ, alegando que assinaram um acordo que eles ocupariam o lado direito do anel do MARACANÃ, ESSE DIREITO O CLUB de REGATAS VASCO da GAMA, CONQUISTOU EM 1950 porque se CONSAGROU O CAMPEÃO ESTADUAL do RIO de JANEIRO de 1950, dentro do CAMPO, NA BOLA COM O EXPRESSO da VITÓRIA é uma CAUSA PÉTREA , e DEVE SER PERPETUADO ESSA HONRA CONQUISTADO dentro das 4 LINHAS, DENTRO do CAMPO, e a PERGUNTA QUE NÃO CALA:

    REI do TAPETÃO; ONDE ESTÁ ESSE CONTRATO que COMPROVA ESSE ACORDO ASSINADO com ao CONSÓRCIO ODEBRECHT/IMX POR ESCRITO, E ONDE ESTÁ O REGISTRO NO CARTÓRIO COM A ASSINATURA, COMO UMA FIRMA e ACORDO OFICIALMENTE RECONHECIDO BILATERALMENTE nem voces (FluminenC e o ODEBRECHT APRESENTARAM UM DOCUMENTO REDIGIDO EM OFÍCIO TIMBRADO NUNCA……!!!!!

    E agora o ROUBADO é MAIS GOSTOSO que se APROPRIAR-SE do ESTÁDIO PÚBLICO do POVO CARIOCA ( QUE É O SEU VERDADEIRO DONO EM QUE PAGAMOS NOS IMPOSTOS de RENDA ANUALMENTE), do mesmo molde que o NINE FINGERS deu ao FILIAL PAULISTA MULAMBO um ESTÁDIO, com os RECURSOS PÚBLICOS que é algo INCONSTITUCIONAL, e da mesma maneira TENTAM NA MÃO GRANDE ROUBAR O TÍTULO BRASILEIRO de 1987 do SPORT CLUB do RECIFE.

    ESSE ACORDO FIRMADO ENTRE O FluminenC e a ODEBRECHT é uma BALELA, é FAKE da VOLTA dos que NÃO FORAM NEVER!

    O AMARELINHO FALCIPARUM/BANANA/OMELET do Júlio Brant é mesmo uma COMÉDIA, sabe nada esse MAL-INTENCIONADO que quer se arvorar na PRESIDENCIA da NOSSA AMADA INSTUIÇÃO e pra pagar as MENSALIDADES do colégio onde os seus filhos estudam, e vai querer se perpetuar no cargo via Justiça comum exatamente como o GERUNDISTA BUSCADOR do DIA a DIA, MAIS do que NUNCA e pelo ¨BEM do FUTEBOL dos tres clubes ELITISTAS da Zona Sul do Rio de Janeiro.

    E criar uma rede para GARIMPARMOS novos TALENTOS E ESPALHANDO UMA REDE de OLHEIROS por todo o interior de um Brasil Continental seremos também os PIONEIROS, PIONEIRISMO SEMPRE FOI A NOSSA MARCA e no INTERIOR do Estado do Pará ( Castanhal existem times como o Bateria Atlético Clube e Estrela Esporte Clube, em Marabá existem o Águia Esporte Clube, Marabá Esporte Clube, em Altamira o Baixa Sporte Clube e a Portuguesa de Desportos Altamirense, em Itaituba o Flamengo Boa Esperança e finalmente em Santarém tem o São Francisco Futebol Clube, São Raimundo Esporte Clube, Fluminense e o Suburbano ). Nas décadas de 80 e 90, haviam em borbotões garotos talentosos que nunca tiveram um oportunidade de realizarem um teste nos times profissionais da Capital do Estado como no Clube do Remo, Payssandú e na Tuna Luso Brasileiro, porque as garotadas do interior do meu Estado eram desprezados por puro preconceito, soberba e arrogancia dos dirigentes e pelos responsáveis das Categorias das Bases dos tres Times.

    E para pescar talentos em primeiro lugar temos que lançar uma REDE em diversos pontos e localidades pelo Brasil afora.

    UM EXCELENTE PROJETO OUSADO com um VISÃO FUTURISTA com MUITA OUSADIA, CORAGEM, DESAFIO que é a NOSSA MARCA.

  4. Escapamos de Sérgio Cabral. Não queremos, agora, um representante genuíno da Odebrecht na presidência do Gigante, não é mesmo?

  5. Esse Julio Brant não aprende mesmo. Continua o mesmo canastrão de sempre. Oportunismo com as derrotas, e notadamente contra tudo que diz respeito ao clube. Lamentável que seja esse o maior nome hoje da oposição no Vasco, merecíamos coisa muito melhor.

  6. Indubitavelmente, o projeto “Descobridores” deve ser reconhecido como excelente iniciativa por parte da diretoria do Vasco.

    Contudo, faço as seguintes sugestões de mudança na concepção do referido projeto:

    a) Fixar previamente e conceder 5% de comissão para o “Descobridor”, quando da venda de jogador indicado por ele.

    b) Reservar outros 5% do valor de cada negociação envolvendo atletas oriundos do projeto em tela, a fim de amparar ex-jogadores vascaínos que estejam passando por dificuldades financeiras, bem como financiar curso superior de administração esportiva para meninos do Sub 20 que não consigam oportunidades a nível profissional – tal medida promoveria um círculo virtuoso, no qual os contemplados com o financiamento de sua formação acadêmica tornar-se-iam elos permanentes com a Instituição, seja ocupando cargos no Vasco, ou mesmo exercendo suas competências em outros clubes, onde seriam agentes facilitadores em negociações ou parcerias futuras com o Gigante da Colina.

    c) Priorizar na escolha de olheiros ex-jogadores das divisões de base do Vasco que não vingaram no futebol, ou então, se tornaram profissionais pelo clube, porém não conseguiram conquistar a independência financeira. OBS: O grau de comprometimento de “Descobridores” com este perfil seria maior e, por conseguinte, os resultados seriam mais satisfatórios também, não apenas pelo aspecto financeiro, mas, sobretudo, em razão destes observadores possuírem identificação com o clube e conhecerem a cultura institucional do Vasco da Gama – ou seja: são os mais capazes para identificar talentos que se enquadrem na filosofia do clube.

    Em tempo:

    Exemplos de ex-jogadores com o perfil supramencionado:

    Campeões da Taça São Paulo de Juniores – 1992: Tinho (Campos dos Goytacazes/RJ); Ronald (reside no Maranhão); Viana (carioca da Ilha); Bruno Lima (reside em Vitória/ES); Vitor (morador de Cabo Frio/RJ); e Pedro Renato (residente em Bom Jesus de Itabapoana/RJ).

    Além deles, podem ser citados: Maricá; Marco Aurélio Ayupe (MG); Felipe Alvim (Juiz de Fora/MG); Bill (Bom Jesus/ES); Dudu (Arraial do Cabo/RJ); Zada (Barra Mansa/RJ); Gian (PR); Tiba (Araguaína/TO); Jussiê (ES); Cadu (Cuiabá/MT); Brener (São Gonçalo/RJ); (*) Eduardo Suisso (Itaperuna/RJ); e tantos outros que não me recordo mais.

    (*) Está realizado financeiramente, entretanto é vascaíno roxo e possui muito conhecimento na zona da mata mineira, no sul capixaba e, principalmente, no norte fluminense, onde exerceu o cargo de secretário municipal de esportes e lazer de Itaperuna/RJ.

  7. Esse Júlio Brant é uma PIADA de MAU-GOSTO e além de ser um CANALHA de PRIMEIRA LINHA é um MENTIROSO, um sujeito que não consegue pagar as mensalidades do Colégio que os seus filhos estudam, mas consegue obter um recurso de 125 Milhões de Reais assim que assumir a direção da nossa INSTITUIÇÃO?

    e isso me faz lembrar um conto que todo GARIMPEIRO me contam: Essa história de dizer que o sujeito tem um FORTUNA com mais de seis dígitos em um banco é CONVERSA de PIÃO!

    PIÃO é um CAMARADA MENTIROSO a imagem e semelhança do CÃO ( Demonio) ¨Vos sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, o pai da mentira. ¨(João:8,44). E o PIÃO quando vem com essa conversa, NÃO ACREDITE, NÃO CAIAM nos seus EMBUSTES, porque quando ele diz uma coisa é SEMPRE AO INVERSO a VERDADE de uma história que ele lhes diz.

    No Brasil o futebol se tornou um esporte caro de alto custos, e com a Lei Pelé, os clubes sempre saem perdendo dinheiros e receitas por conta da sangria onde os ditos ¨empresários¨ dos jogadores se locupletam e na contra-mão, os clubes acabam se endividando cada vez mais, e com o caos Sócio/Economico e Político que o nosso País atravessa com as fugas das grandes e famosas Multinacionais para o Exterior, não há Investidor que tem a coragem de estampar os seus produtos e as marcas nas camisas dos times, sem garantia de retorno e incentivos fiscais, e com os clubes desunidos a venus platinada deita e rola, já que não existe um concorrencia pela audiencia.

    O Frank Assunção há quatro anos atrás veio com a conversa que um Magnata Petrolífero do Oriente Médio que na realidade eram um Grupo de Empresários dos jogadores do ORIENTE PETROLERO de SANTA CRUZ da BOLÍVIA, estavam com as suas garras afiadas e de olho nas nossas DIVISÕES das BASES.

    NÃO EXISTE um JANTAR GRATUITO quando envolve DINHEIRO e CIFRAS MILIONÁRIAS como o PRATO PRINCIPAL.

  8. A Rede de Descobridores já tem data para começar?

    Nós vamos descobrir jogadores para a base ou para todos os perfis?

Responder