Início Notícias Há exatos 32 anos, Milton Mendes, novo treinador cruzmaltino, fazia sua estreia...

Há exatos 32 anos, Milton Mendes, novo treinador cruzmaltino, fazia sua estreia com a camisa do Vasco

O dia 20 de março está definitivamente marcado na vida de Milton Mendes, o novo treinador cruzmaltino.

Na mesma data em que foi apresentado oficialmente como o novo comandante da equipe vascaína, Milton Mendes fazia sua estreia como jogador no próprio Vasco, onde se formou na base, jogando ao lado de Romário, Lira e Mazinho, e conquistando títulos, como o Carioca juvenil de 1983 (1º do Vasco nesta categoria) e o Carioca de juniores de 1984.

Mesmo com apenas 19 anos, e apesar do nervosismo, teve boa atuação atuando ao lado de Acácio, Geovani e Donato, inclusive sendo elogiado pelo “Jornal dos Sports”.

A partida contra o Coritiba, futuro campeão brasileiro, era válida pelo 2º turno do Brasileiro daquele ano, e o empate deu a liderança provisória em seu grupo, ao Gigante da Colina.

Vamos relembrar mais este jogo da belíssima História Cruzmaltina !

O Globo (21/03/1985)
Jornal dos Sports (21/03/1985)

“Sem seis titulares, em especial Roberto e Mauricinho, o Vasco, ainda assim, esteve para ganhar do Coritiba, que se esforçou muito para conseguir o empate de 0 a 0, ontem a noite, no Estádio Couto Pereira. O resultado foi bom para os dois times, pois o Coritiba manteve a liderança do Grupo A e o Vasco também manteve a ponta do seu grupo, junto com o Bahia que empatou com o Santa Cruz.

Talvez se Edu tivesse escalado Romário, desde o inicio do jogo, o Vasco poderia ter conseguido a vitória, pois Claudio José perdeu boas oportunidades e não soube como fugir à marcação do adversário. O desfalque de Mauricinho prejudicou muito o time carioca, pois Gilberto preferiu ajudar no combate no meio-campo.

O empate só não agradou por ter sido de 0 a 0, pois os goleiros fizeram boas defesas, principalmente Rafael que em duas oportunidades soltou duas bolas chutadas com violência. Acácio, no final, impediu o gol do Coritiba, com uma defesa sensacional. Uma cabeçada de Índio, por cima do travessão, também assustou o Vasco. Se entra, faria injustiça ao time de Edu, melhor em campo.

Pressionado por tua torcida, que não admitia o empate em casa, o Coritiba tentou de tudo para agredir o Vasco, mas esbarrava no bloqueio muito bem comandado por Luis Carlos no meio-campo. Depois que Romário entrou, dando mais velocidade ao ataque carioca, o Coritiba procurou se fechar um pouco, o que acabou irritando a sua torcida. Para o Vasco, o resultado teve o sabor de vitória por ter sido alcançado no campo do adversário e sem meio time.” (Jornal dos Sports – 21/03/1985)

Jornal do Brasil (21/03/1985)

As atuações dos atletas vascaínos segundo o “Jornal dos Sports”:

Acácio
Nas poucas vezes em que foi solicitado, o fez muitíssimo bem.

Milton Mendes
Uma boa estreia, apesar do nervosismo no início.

Donato
Um dos melhores do time.

Ivan
Andou apelando um pouco. Por isso, levou um cartão amarelo que o tirou do clássico com o América.

Airton
Não foi fácil segurar Lela.

Luis Carlos
O melhor do time, mais uma vez.

Geovani
Um lançamento genial que deixou Romário na cara de Rafael. Boa partida.

Gilberto
Foi mais marcador do que qualquer outra coisa. Aos 35 do final, se contundiu e deu vaga a Mario Tilico, pouco solicitado.

Cláudio José
Deveria ter sido substituído no primeiro tempo.

Romário
Entrou aos 14 minutos do final e aumentou a agressividade do time.

Silvinho
Apenas algumas boas jogadas.

Fonte: História Cruzmaltina

1 comentário

  1. Foi mesmo nessa partida em 1984, que pela PRIMEIRA VEZ ouvi falar no Milton Mendes.
    Aquela Equipe Vice-Campeão Brasileiro de 1984, e com meus 22 anos de idade, quando ainda era um adolescente na minha flor da idade tempos bons minhas, onde havia garotas, paqueras aos borbotões nessa fase, fora alguns romances passageiros, mas enfim, 1984, aquele time dirigido e comandado pelo Edu Coimbra, quis o destino que perdessemos o Título para o FluminenC que já nasceram sentadinho no colo ( Pó de arroz é chegado a viadagem e inventaram isso…, homem que gosta de sentarem no colo de macho, com tantas mulheres carentes por aí; e transar mulher com uma tromba, ou arregaçar porta de fundo cabeludo…, que diga o Calígula….!) .

    E tive a FELICIDADE e o prazer de comemorarmos juntos a CONQUISTA do BICAMPEONATO da TAÇA GUANABARA de 1986/87 e o CAMPEONATO ESTADUAL de 1987.

    UM Treinador formado nas e saídos das nossa Divisões de Bases, com o DNA VASCAÍNO, e se consolidou a sua carreira profissional como jogador no Futebol Portugues, e seguiu a sua carreira como Treinador de Futebol lá em Portugal.

    Como Treinador ganhou a Copa do Nordeste e se sagrou Campeão Pernambucano diante do Fortíssimo e excelente time Rubro-negro Pernambucano Sport Club do Recife.

    E com poucos dias mudou a cara do nosso time, e está dando a conta do recado, mudando a filosofia e fazendo o time jogar com mais DINAMISMO e INTENSIDADE, e sempre tem em mente os chamados PLANOS A, B, C ou D…!!!!

    E o VASCO da GAMA, está jogando como o GENUÍNO VASCAÍNO ao seu COMANDO!

Responder